Programação



07/FEV

QUINTA-FEIRA


9h30 às 10h - Apresentação teatral.

Peça: Parecer da Democracia.

Local: Tenda da Praça das Artes da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

10h às 13h - Mostra estudantil de ciência e tecnologia.

Local: Corredor PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.   

 

10h às 19h - Visitas guiadas do Lado C.

Percurso 1: Circuito histórico e cultural - Cidade Alta.

Sinopse: Caminhada entre a história e a arte na cidade de Salvador. Percurso pelos cinco dos mais importantes museus da cidade, com foco nas influências da diáspora africana na cultura afro-brasileira. Após saborear o melhor da gastronomia local, contemplar um pôr do sol especial ao fim do dia, no Museu de Arte Moderna-MAM da Bahia.    

 

Percurso 2: Batalha da Independência.

Sinopse: Faremos o caminho por terra trilhado pelos lutadores na Batalha da Independência da Bahia e do Brasil, passando pelos sítios históricos de Salvador que foram palcos de importantes  conflitos nesta luta pela libertação de nosso povo. O percurso será guiado por pesquisadores Fundação Pedro Calmon, e será acompanhado por uma aula pública.

 

Percurso 3: Andar com fé eu vou - Circuito da fé.

Sinopse: Entre sobrados e mocambos, igrejas e terreiros, vivenciando o sincretismo religioso da Bahia, entrando em contato com a coexistência de crenças, conhecendo as místicas, costume e modo de vida das comunidades de matriz africana e promovendo uma reflexão sobre a intolerância religiosa.

 

Percurso 4: Península de Itapagipe.

Sinopse: Uma vivência sobre a trajetória e o trabalho da Rede REPROTAI (Rede de Protagonistas em Ação de Itapagipe), importante ação de resistência e transformação social em  Alagados, bairro conhecido por suas ocupações de palafitas. Entre debates sobre políticas públicas e roteiros turísticos de base comunitária, conheceremos histórias, personagens, saberes e sabores de Itapagipe, terminando o dia com um sarau multicultural no Centro Cultural de Alagados.

 

Percurso 5: Ao sol que arde em Itapuã.

Sinopse: Caminhada histórica, cultural e ambiental por uma das mais belas paisagens de Salvador, passando pelas Dunas e Lagoa do Abaeté, vivenciando a cultura, costumes e o modo de vida da comunidade Itapuã. Organizações sociais ligadas ao patrimônio cultural e ao meio-ambiente serão nossos anfitriões neste percurso.

 

10h às 13h - Oficina de artes cênicas.

Tema: Dança afro.  

Convidado(a)s: Denys Silva e Rose Gentill.

Sinopse: A oficina aborda aspectos práticos da dança afro brasileira. Introduz os elementos básicos da vertente de movimentos das danças dos orixás comportando em base de simbologias convertida para caracterização de movimentos da dança afro.

Público: 45 pessoas.

Local: Sala 06/07 da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

10h às 13h - Oficina de audiovisual.

Tema: Vlog.  

Convidados: +1! Filmes.

Sinopse: A expansão do audiovisual através de internet vem gerando oportunidades para quem deseja criar conteúdo para as redes. O participante da oficina aprenderá de forma prática a construir uma narrativa, produzir um roteiro, atuar na frente das câmeras sendo conduzido a realizar vídeos com qualidade de conteúdo, áudio e vídeo mesmo com poucos recursos.

Público: 20 pessoas.

Local: Sala 9 da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

10h às 13h - Oficina de artes visuais.

Tema: Experimentos gráficos em bandeiras.  

Convidado:  Mulambö.

Sinopse: Oficina gráfica de confecção de bandeiras artísticas. A partir de referências de origens mais variadas, criar imagens e símbolos de luta.

Público: 14 pessoas.

Local: Vão livre do Instituto de Letras e PAF III da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

10h às 13h - Oficina de literatura.

Tema: Performance poética.

Convidados: Sarau da Onça.

Sinopse: O poema, escrito e dito, são explorados nesta oficina com o tradicional grupo de poesia Sarau da Onça, atuante há mais de 4 anos na cidade de Salvador. Entonação, presença de palco, rima, serão alguns aspectos abordados visando aperfeiçoar as qualidades das/dos interessados nas artes da performance poética.

Público: 20 pessoas.

Local: Vão livre do Instituto de Letras e PAF III da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

10h às 13h - Oficina de música.

Tema: Oficina de rima e poesia.  

Convidado: Jef Rodrigues, d’OQuadro.

Sinopse: Um círculo de interação que tem a palavra como fio conectivo para o desenvolvimento do aprendizado com @ outr@, onde os corpos, linguagens e realidades interagem, colocando em cheque hierarquias e convenções, e a fluidez textual acontece pelo existir coletivo.

Público: 15 pessoas.

Local: Sala 8 da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

9h às 13h - Debates conjunturais.

Tema 1: 30 anos da Constituição Cidadã: democracia e ativismo judicial.  

Convidados: Flávio Dino (governador do Maranhão), Haroldo Lima (ex-deputado constituinte e ex-presidente da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível-ANP), Guilherme Boulos (coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto-MTST), Maria Paula Dallari (professora da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo-USP), Emiliano José (jornalista, escritor e doutor em comunicação e cultura contemporânea pela Universidade Federal da BahiaUFBA).

Ementa: Após duas décadas de uma ditadura militar com graves consequências ao estado democrático de direito no Brasil, a Constituição Federal do país foi reerguida através de um pacto nacional no ano de 1988 em uma carta de natureza cidadã, amplamente construída para a garantia de direitos fundamentais e redução das desigualdades. Atualmente, a solidez da Constituição de 1988 é questionada por diferentes atores do mundo político e jurídico, frente aos últimos acontecimentos da vida nacional. Este debate buscará o encontro de diferentes olhares sobre o tema, de forma a refletir acerca do atual estado da democracia no país e do equilíbrio de ação ou ativismo judicial frente aos outros poderes constituídos.

Local: Auditório PAF III da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 2: Perspectivas de trabalho para a juventude, previdência social e economia nacional.

Convidados: Adilson Araújo (presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil-CTB), Juliane Furno (doutoranda em Desenvolvimento Econômico na Universidade de Campinas-Unicamp e formadora da Central Única dos Trabalhadores-CUT), Itanamara Guedes (presidenta da Federação Estadual de Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Sergipe-FETAM SE), Ivan Alex (Secretário de Movimento Sociais do Partido dos Trabalhadores-PT), Ubiraci Dantas (presidente da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil-CGTB)..

Ementa: A juventude brasileira que trabalha é a parcela mais afetada no país diante do cenário de contradições econômicas e sociais que se agravou com a crise política.  Entre as ameaças ao desenvolvimento dos jovens estão a falta de oportunidades, o desmantelamento das leis trabalhistas, o fim do Ministério do Trabalho e a Reforma da Previdência que inviabiliza o futuro de suas aposentadorias. Este debate tem como objetivo refletir sobre esse cenário e apontar propostas de emancipação dos jovens, dos seus direitos, de geração de renda, inclusão e cidadania.

Local: Auditório B PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 3: Segurança pública e genocídio da juventude negra.

Convidados: Leonardo Péricles (Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas), Fabya Reis (secretária de Promoção da Igualdade Racial da Bahia), Vilma Reis (Ouvidora-geral do estado da Bahia), Viviane Reis (fisioterapeuta e ativista negra do Movimento Juntas), Rogério Chaves “Dom Red” (Consulta Popular-CP).

Ementa: A última edição do Mapa da Violência, lançado em 2017, mostra que a população jovem negra é, de forma alarmante, a maior vítima da violência no país. A Bienal da UNE quer debater, nessa mesa, qual é a realidade de vida dessa parcela da população, qual a sua vulnerabilidade diante da violência, da estrutura policial, da questionada política de drogas e, principalmente, do racismo estrutural que a atinge. O objetivo é debater um modelo de segurança pública diante dessa crise que assola o nosso povo. O debate também buscará exemplificar iniciativas para a resistência negra diante desse cenário.

Local: Auditório A PAF V da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 4: Políticas públicas para a juventude, mulheres e combate às opressões.

Convidados: Mary Castro (professora da Universidade Federal da Bahia-UFBA), Claudiane Maria Campelo Lopes (Movimento de Mulheres Olga Benário), Taíres Santos (ex-diretora de Movimentos Sociais da UNE), Tamara Terso (Coletivo Enegrecer), Camila Barros (secretária executiva de Juventude do Recife).

Ementa: A garantia ao exercício das liberdades individuais, a promoção da diversidade e a proteção aos Direitos Humanos estão em risco no Brasil. O machismo, o racismo, a LGBTfobia foram atacados fortemente com a extinção de ministérios e secretarias voltadas a esses grupos e com a ascensão ao poder de um grupo político que incita a violência contra as minorias. Neste debate, representantes de diferentes parcelas afetadas da população vão expor o que acham dessa realidade e como fortalecer as políticas públicas para a juventude e contra as opressões no país.

Local: Auditório B PAF V da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 5: Internet, liberdade de imprensa e redes no Brasil.

Convidados: Janaina Lima (Jornal Brasil de Fato), Pablo Capilé (Mídia Ninja), Renata Mieli (coordenadora geral do Fórum Nacional pela democratização da Comunicação-FNDC), Thiago Almasy (youtuber Frases de Mainha), Amanda Nogueiro Santos Cunha (Gestora Pública e militante da Marcha Mundial das Mulheres).

Ementa: A radicalização do processo político brasileiro, que incluiu a massificação da desinformação, as notícias falsas e a perda de intermediação dos meios de comunicação e do jornalismo, traz novos desafios para a democracia. Como garantir o acesso à informação e ao conteúdo de interesse público diante das recentes ameaças à liberdade de imprensa e da disseminação do ódio nas redes? Essa será a pergunta que guiará a exposição dos diferentes convidados deste debate na Bienal da UNE, reunindo tanto profissionais da grande imprensa, ativistas da área da comunicação, representantes do midialivrismo e do jornalismo independente.

Local: Auditório da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 6: 30 anos de SUS: em defesa da saúde pública no Brasil.

Convidados: Ludmila Medeiros Outtes Alves (Presidenta do Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco-SEEPE), Maurício Barreto (Fiocruz Bahia e presidente do Centro de Integração de Dados e Conhecimento para a Saúde-Cidacs), Ana Pimentel (professora da Universidade Federal de São João Del Rey-UFSJ), Carmem Fontes de Souza Teixeira (professora da Universidade Federal da Bahia-UFBA).

Ementa: A Bienal da UNE terá, nesta mesa de debate, um panorama sobre a atual situação da saúde pública no Brasil, com três décadas de desenvolvimento do seu sistema universal e inúmeros desafios no atendimento básico e especializado. Também contemplará a situação da atual crise da falta de médicos em diversas regiões afastadas, as políticas para a saúde da juventude brasileira, mulheres, população negra, indígena e minorias.

Local: Auditório da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 7: Os desafios da conjuntura para o desenvolvimento nacional.

Convidados: Jaques Wagner (ex-ministro da Defesa e senador eleito PT-BA), Ciro Gomes (ex-governador do Ceará), Sônia Guajajara (líder indígena), Luciana Santos (vice-governadora de Pernambuco), João Paulo (coordenador do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), Nilson Araújo (mestre em economia rural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul-UFRGS).

Ementa: A crise política e econômica que atinge o Brasil nos últimos anos, catalisada pelo golpe parlamentar de 2016, o enfraquecimento da democracia e a radicalização do ataque aos movimentos populares impedem o debate público sobre a necessidade de um projeto nacional de desenvolvimento, capaz de promover a justiça social e a redução das desigualdades. Esta mesa de debate da Bienal da UNE terá a presença de personalidades com diferentes olhares sobre o desenvolvimento nacional e que apresentarão suas propostas e ideias, diante dessa luta, na conjuntura atual. O encontro reunirá temas como a sustentabilidade social e ambiental, a política econômica brasileira, os desafios da retomada da produção e da distribuição de riquezas a partir de um projeto de crescimento que inclua o povo brasileiro.    

Local: Palco Refazenda da tenda da Praça das Artes da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 8: Soberania, Ciência e tecnologia: desafios para a superação da crise e retomada do desenvolvimento.

Convidados: Helena Nader (presidente de honra da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), José Sérgio Gabrielli (ex-presidente da Petrobras), Reinaldo Centoducatte (Presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior-ANDIFES), Deyvid Bacelar (Dirigente da Federação Única dos Petroleiros-FUP), Moisés Borges (Movimento dos Atingidos por Barragem-MAB).

Ementa: Sendo um dos maiores e mais populosos países do planeta, com influência na América Latina, recursos naturais, floresta amazônica e centralidade geopolítica, o Brasil enfrenta ameaças à sua soberania, diante do cenário político e social que se desenha. A Bienal da UNE, realizada também em parceria com a ANPG (Associação Nacional de Pós-graduandos) debate as relações entre ciência, tecnologia, defesa nacional, patrimônio, riquezas e exploração do país. Na pauta, temas como a ameaça das privatizações, crimes ambientais como os de Mariana e Brumadinho (MG), o sucateamento da universidade e da pesquisa, as disputas no continente e no mundo.

Local: Auditório A PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

13h às 15h - Lançamento do Encontro de Negros e Negras da UNE-ENUNE.

Tema: Meu quilombo, meu lugar: nas ruas periferias e universidades.

Convidados: Entidades do movimento negro.

Local: Auditório A PAF V da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

13h às 15h - Atividade cultural.

Convidado(a)s: Samba Chula João do Boi.

Local: Palco Refazenda da tenda da Praça das Artes da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

13h às 15h - Roda de diálogo de escritores e leitores.

Convidada: Pedro Bomba (poeta) Pieta Poeta (poeta), Cláudio André (escritor), Míria Moraes (escritora), Denison Palumbo (escritor), Bruna Suelen (poeta), Laura Castro (escritora).

Local: Geodésica da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

13h às 15h - Atividade cultural.

Bandas: Ander Leds e Meolitorais.

Local: Tenda Red Bull Break Time Sessions da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

15h às 17h - Debate da mostra convidada de extensão.

Tema: Economia solidária e colaborativa.

Convidado(a)s: Milton Barbosa (Superintendência de Economia Solidária da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte-Setre da Bahia), Lígia Margarida (Sociedade Protetora dos Desvalidos-SPD).

Ementa: As formas alternativas de troca e produção, com produtos, serviços e moedas solidárias, fazem parte da agenda dos movimentos sociais e culturais nas últimas décadas. Neste debate da Bienal da UNE, os convidados realizarão um panorama histórico e lançarão olhares sobre contexto atual das experiências de economia solidária e colaborativa no Brasil, reunindo experiências no campo das políticas públicas, iniciativas e empreendimentos da sociedade civil.

Homenageado da Feira Economia Viva a Paul Singer

Local: Palco Refavela da tenda da Praça das Artes Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

14h às 17h - Debate cultural.

Tema: Censura, liberdade de expressão e fakenews.

Convidado(a)s: Paula Lavigne (produtora cultural e Movimento 342), Laura Capriglione (Jornalistas Livres), Manuela D'Ávila (ex-deputada federal PCdoB-RS), Cecilia Boal (atriz, diretora e roteirista), Elisa Lucinda (atriz).

Ementa: O artigo número 5 da Constituição Federal garante que é livre a atividade intelectual, artística, de comunicação no país, independente de censura ou licença. Entretanto, as crescentes exposições de autorismo no cenário político nacional, a radicalização da incitação contra certos grupos e pensamentos, os ataques à imprensa livre e seus profissionais, a diferentes expressões artísticas a partir da censura têm colocado em cheque a saúde da liberdade de expressão no país. Este debate, promovido pela UNE em sua Bienal, reúne jornalistas, representantes da classe artística, ativistas da área da comunicação para avaliar o que está em risco e quais avanços necessários para consolidar a pluralidade do pensamento crítico no país.

Local: Auditório PAF III da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

15h às 19h - Mostras estudantis.

Mostra estudantil de extensão.

Projetos:

  • Educação em direitos humanos: UERGS na luta contra LGBTfobia.

  • Juntos : grupo de apoio em educação para diversidade.

  • Cultura negra por meio do gênero memória no ensino de língua portuguesa do 8º ano de uma escola pública acreana.

  • A extensão universitária e a conquista do magistério indígena.

  • R.A.P. = refletir a adolescência produzindo.

  • "Afros e étnicos em cena" projeto de extensão desenvolvido nas escolas estaduais do estado Maranhão.

Local: PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

Projetos:

  • “Roda arte ativa: deixa a roda girar!” uma mirada feminista sob a produção autoral de mulheres artistas.

  • Ligue seu raivômetro: discurso de ódio não é opinião!

  • Projeto inimigas do fim.

Local: Ilhas no vão da Biblioteca Central.

Mostra estudantil de artes cênicas.

15h às 15h35 - Homenagem a João das Neves.

Convidada: Maria Íris (estudante secundarista e filha de João das Neves).

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

15h40 às 15h50 - Atavisma (BA).

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

15h55 às 16h20 - Ana (PR).

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

16h30 às 17h40 - Manifesto Teatral PULSE! (MG).

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

17h45 às 18h - Um corpo uma voz (RJ).

Local: Átrio da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.   

Mostra de audiovisual.

Mostra estudantil: 15h às 16h45.

Filmes:

Marisqueiras da Ilha de Deus, De Claudio Silva do Carmo (PE), 20'03"

Quimera de Pescador, De Perikles Knox Figueira (RN), 1'02"

Contraste Sensível, De Larissa Noé (MG), 4'21"

Meu Corpo NÃO é seu, De Thalicia Sousa (PE), 3'46"

Um corpo só, De Edmundo Duarte Martins (RN), 1'02"

Desconstrução, De Tais Ercilia Salerno (BA), 1'11"

Preto amarelo, De Jossé Carlos Rosa Pontes (RJ), 1'38"

O copo, De Arthur Morais Rodrigues Cavalcanti Alves (RN), 0'41"

Catumbaiá - bicho sem hora, De Tais Ercilia Salerno (BA), 5'

A estranha velha que enforcava cachorros, De João Portilho Pereira Da Silva Junior (AM), 7'

Feira. Ervas. Raízes, De Sérgio Lucas da Silva Júnior (PE), 7'30"

Essa é quente, De Roberto Souza Santos Junior (BA), 4'06"

Imortais e Fatais, De Marcus Vinicius Eliziario Sá Barreto (BA), 5'30"

Luto, De Edu MZ Camargo (PR), 5'

Um cinema quase Paradiso, De Henrique Resende Versiani Machado (MG), 10'

Mostra convidada de audiovisual: 17h às 19h.

Filme: Tocaia no asfalto.

Convidado: Roque Araújo (cineasta).

Sinopse: Rufino, matador de aluguel, é mandado para a Bahia, onde deve assassinar o Coronel Pinto Borges. O mandante do crime é o Coronel Domingos. Na Bahia, Borges dá uma festa para lançar sua candidatura ao governo do Estado. Sua filha descobre várias coisas sobre o pai corrupto. Na festa, aparece um deputado dizendo que o Coronel deve ir à Justiça depor, pois está sendo investigado pelos crimes que cometeu.

Duração: 1h40.

Local: Auditório da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

Mostra estudantil de ciência e tecnologia: 15h às 19h com avaliação.

Local: Vão do PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA.

 

17h às 19h - Roda de conversa.

Tema: Produção e circulação de festivais de música.

Convidada: Adrille Coutinho (Batekoo Salvador).

Local: Tenda Red Bull Break Time Sessions da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

16h30h às 19h: Conferência.

Tema: Os desafios para uma educação crítica e emancipadora no século XXI.

Convidados: Boaventura de Sousa Santos (diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e Coordenador Científico do Observatório Permanente da Justiça Portuguesa), João Carlos Salles (reitor da Universidade Federal da Bahia-UFBA).

Ementa: A crise de intermediação e de representação política em todo o planeta, ameaçada pelo avanço do extremismo político, do nacionalismo e da intolerância, traz consequências diretas para o modelo de educação que estará vigente pelo próximo período. Esta conferência, realizada pela Bienal da UNE, buscará reunir pensadores de grande vigor para refletir acerca dos desafios para construir um sistema educacional crítico e emancipador no mundo de hoje.

Local: Palco Refazenda da tenda da Praça das Artes da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

    

19h às 20h - Encontro de gerações de artes visuais.

Convidados: Paulo Bruscky (artista multimeio), Luis Parras (artista visual e ex-coordenador geral do CUCA da UNE), Bruno Bou (fotógrafo e ex-coordenador do CUCA da UNE).

Ementa: Roda de conversa com os artistas Paulo Bruscky, Luis Parras e Bruno Bou, sobre a convergência das redes de artes visuais e o movimento estudantil. Um encontro de gerações, das redes da arte postal às redes digitais.

Local: Hall da Biblioteca Central da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

20h às 21h - Vernissage da mostra de artes visuais.

Local: Hall da Biblioteca Central da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

19h às 20h - Mostra convidada de Artes Cênicas.

Peça: Medeia Negra.

Companhia: Vilavox.

Sinopse: Classificada como “a tragédia grega atualizada na voz e no corpo de uma mulher negra”, a releitura traz a personagem trágica em um corpo bárbaro, atemporal, negro e sua relação com a versão mais conhecida do mito Eurípides. Nesta montagem, o mito grego é revisitado pelo processo de descolonização do pensamento patriarcal e, através dele, questiona o condicionamento social que marginaliza, julga e condena corpos considerados inadequados.

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

 

19h às 21h - Mostra convidada de literatura e Slam.

Convidada: Pieta Poeta (poeta).

Local: Palco Refavela da tenda da Praça das Artes da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

20h às 21h30 - Mostra convidada de artes cênicas.

Peça: Looping: Bahia Overdub.

Concepção: Felipe de Assis, Leonardo França e Rita Aquino.

Sinopse: Festa, dança e política. As festas de largo de Salvador e suas contradições são a paisagem predominante do espetáculo, que emerge do encontro entre pensamento sonoro e pensamento coreográfico. Looping constitui um estudo do tempo: repetição e acumulação. Movimentos de tensão e distensão da cultura, através de procedimentos que organizam sonoridades, corpos e espaços. Assim como nas ruas, o que está em jogo são arranjos coletivos através de uma participação estético-política.

Local: Gramado do Teatro Experimental da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

 

22h às 22h40 - Mostra estudantil de música.

Banda: Versa, Faixa de Gaza

 

23h40 às 2h - Atividade cultural.

Convidados: Djonga e Xarás - Marcia Castro e Marcia Short.  

DJ: Ed Brass.

VJ: Selene.

Local: Wet’n Wild